quarta-feira, maio 17, 2017

Kia Optima e Cadenza saem de linha por tempo limitado e voltam em 2018, já com nova geração



A Kia deixou de vender oficialmente os sedãs Optima e Cadenza no mercado brasileiro. Mas calma, se você é dono de um destes modelos e está preocupado com a alta desvalorização, a saída do mercado é temporária. Isso porque a Kia quer voltar com tudo em 2018 e recuperar os seis anos que sofreu com o IPI majorado. Com isso, deve lançar as novas gerações de Optima e Cadenza no Brasil quase que ao mesmo tempo no início do ano que vem, sem IPI majorado, o que pode fazer com que os sedãs sejam mais atrativos ao olhos do consumidor. A promessa de retorno dada pelo importador leva em consideração também o fim do IPI majorado de 30%, que ocorrerá a partir do ano que vem, pois está atrelado ao Inovar-Auto, cuja vigência acaba em 31 de Dezembro. Optima e Cadenza ainda aparecem no site da Kia com preço de R$106.900 e R$154.900 respectivamente. O Optima é con corrente direto do Ford Fusion e conta com motor 2.0 16v a gasolina que desenvolve 165cv de potência e 20,2kgfm de torque, acoplado ao câmbio automático de 6 velocidades. Já o Cadenza conta com o motor 3.5 V6 que entrega 290cv e 34,5kgfm de torque, com o mesmo câmbio automático de 6 velocidades. Em sua quarta geração, o Optima deve ser apresentado na versão GT, que traz motor 2.0 16v Turbo a gasolina que desenvolve 245cv de potência e oferece um bom torque de 35,3kgfm, acoplado ao câmbio automático de 6 velocidades. O motor é o mais potente do Optima e deve ser oferecido pela Kia para concorrer com o Ford Fusion EcoBoost até o primeiro semestre, uma vez que seu lançamento já está atrasado por aqui. Com esse motor ele acelera de 0 a 100km/h em 7,4 segundos e atinge a velocidade máxima de 245km/h. 


Na nova geração, o Optima se destaca por apresentar um design mais sofisticado e moderno, trazendo detalhes futuristas mas sem perder a identidade da Kia e do sedã. Mais largo, o Optima se destaca com a grade dianteira dando continuidade ao estilo "Tiger Nose". Entre os destaques dessa nova geração estão no salto de qualidade construtiva da cabine, além de receber novos bancos dianteiros que podem ser revestidos de tecido, couro e Nappa. O Optima deve chegar por cerca de R$140.000. Já o Cadenza deve ser apresentado na motorização GDI. A nova geração do sedã apresenta um conjunto óptico bem mais afilado e com adoção de LEDs. A grade dianteira apresenta um design curvado para a frente, dando um aspecto bem mais agressivo ao design coreano do sedã. O para-choque dianteiro recebeu oito projetores de LED, sendo quatro em cada lado, conforme estilo próprio da Kia. Na traseira, as lanternas são o destaque e estão com a base superior retilínea e também adotam LEDs. O para-choque também foi redesenhado e lembra um pouco o do Quoris. Nas laterais, a maior mudança está nas portas traseiras, que ficaram menores, surgindo assim duas vigias laterais na coluna C. O interior também foi totalmente revisto, embora mantenha as mesmas posições do ar-condicionado, por exemplo. O interior segue a mesma identidade dos últimos lançamentos da marca. O motor é o 3.3 V6 GDI que desenvolve 330cv de potência e câmbio automático de 8 velocidades. Espere por preços na faixa dos R$180.000 a R$200.000.


Nenhum comentário:

Postar um comentário