Chevrolet comemora a marca de 400.000 unidades de motores produzidos em Joinville (SC) de Onix e Prisma


A Chevrolet está comemorando a marca de 400.000 unidades de motores de Onix e Prisma no mercado brasileiro. Em apenas quatro anos de produção, a linha de motores inaugurada em Joinville (SC) produz os motores 1.0 e 1.4 8v Flex que equipam Onix e Prisma. Por hora são produzidos cerca de 20 motores (645 motores por dia e cerca de 13.000 unidades por mês), que tem como destino o complexo industrial da Chevrolet em Gravataí (RS), onde Onix e Prisma são montados. A produção anual supera, hoje, a marca de 150.000 unidades. "A fábrica de Joinville chegou para aumentar a autonomia da produção de motores da GM, complementando o fornecimento para o complexo de Gravataí sem perder o nosso foco no futuro sustentável. Joinville é um exemplo para as nossas manufaturas globalmente”, disse Marcos Munhoz, vice-presidente da GM Mercosul. A Chevrolet ainda destaca que a fábrica catarinense foi a primeira fábrica do setor automotivo na América do Sul a conquistar a certificação internacional de construção sustentável Leadership in Energy and Environmental Design (Leed Gold) e a segunda fábrica da Chevrolet a receber a certificação no mundo.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilizada, Chevrolet Spin é flagrada sem camuflagem, em cegonha, a caminho da Argentina

Depois de dois anos ausente, SsangYong Korando volta reestilizado por R$129.900

Ford confirma lançamento do Ka em julho com preço inicial de R$45.490, R$710 mais caro

Nova geração do Fiat Ducato já é vendido com descontos que chegam a R$21.307

Volvo inicia pré-venda da nova geração da V60, em versão única, por R$199.950

Jeep confirma SUV de 7 lugares e um SUV abaixo do Renegade para a América Latina

Fora do Brasil desde 2014, Volkswagen apresenta nova geração do Bora na China

Honda revela nova geração do Brio em agosto, durante o Salão do Automóvel da Indonésia

Jeep Renegade ganha teaser e estreia motores 1.0 e 1.3 Turbo na Europa

Fiat "acorda pra vida" e deve ter três SUVs no mercado brasileiro até 2022, segundo plano