terça-feira, abril 18, 2017

Renovada há um ano, Ford Ranger comemora melhorias como a terceira força do seu segmento


Reestilizada há um ano no nosso mercado, a Ford Ranger trouxe melhorias e se confirmou como terceira força do seu segmento. No nosso balanço um ano após seu lançamento, a picape média ganhou novidades concentrados na dianteira, onde ela ganha novos faróis com projetores, grade dianteira hexagonal e para-choque dianteiro. A lateral ganha apenas novas rodas de liga leve enquanto a traseira segue inalterada. Assim ela fica igual ao SUV Everest na dianteira, onde o SUV deriva da picape. O interior também recebe melhorias e ganha nova central multimídia com tela touch screen de 8" polegadas, painel de instrumentos digital nas versões mais caras e novo padrão de acabamento. A suspensão passou a ter mais conforto e dirigibilidade, aplicando uma versão atualizada da direção elétrica (EPAS). Para deixar a Ranger mais competitiva, a Ford ampliou a garantia de 3 para 5 anos, diminuiu o custo de revisão em 34% e oferece descontos aos donos das Ranger a partir de 2013 pela troca da nova. Entre a gama de motores há o 2.5 16v Duratec Flex que desenvolve 175/168cvcv de potência com torque de 24,5/23,8kgfm, acoplado a um câmbio manual de 5 marchas. O 2.5 passa a ser oferecido com sistema eletrônico de partida Ford Easy Start, que dispensa o tanquinho auxiliar de gasolina. Além dele há o 2.2 Turbo Diesel que ganhou 10cv e passa a desenvolver 160cv de potência com torque de 38,7kgfm com câmbio manual ou automática, enquanto as versões topo de linha serão equipadas com motor 3.2 Duratorq Turbo Diesel que desenvolve 200cv de potência e 47,7 de torque, com câmbio automático de 6 velocidades. Nas vendas, a picape conquistou de vez a terceira colocação no segmento, sem atacar Toyota Hilux e Chevrolet S10 e sem ser atacada por Mitsubishi L200 Triton, Volkswagen Amarok e Nissan Frontier.


Nenhum comentário:

Postar um comentário