Reestilizado há um ano, Porsche 911 comemora crescimento no mercado e mecânica com turbo


Parece que a Porsche acertou em cheio em trazer um 911 com poucas novidades visuais mas com uma nova mecânica. Se antes ele competia com o Chevrolet Corvette pela liderança entre os superesportivos, após a mudança visual o Porsche 911 se tornou o líder que vende mais que a soma dos rivais mais próximos. Vendendo cerca de 10 a 20 unidades mensais, o 911 ajudou no crescimento da Porsche no Brasil em 2016, junto a Macan e Cayenne. A principal novidade do 911, além do face-lift é a estreia da gama de motores Turbo do 911, que está presente em toda a linha agora. O 911 conta com novos faróis em LEDs, entradas de ar maiores, novo para-choque dianteiro, novas rodas de 20 polegadas, novas maçanetas, para-choque traseiro redesenhado, lanternas traseiras com efeito tridimensiona e dupla saída de escape. O interior recebeu uma nova central multimídia de 7" polegadas, com reconhecimento por gestos e Car Play e novo navegador GPS com Google Street View e Google Earth. O motor é um 3.0 de seis cilindros em linha com dois turbocompressores, que desenvolve 370cv de potência e torque de 45,7kgfm no 911 Carrera e 420cv de potência e 50,8kgfm de torque no Carrera S. O ganho foi de 20cv em ambas versões. Com esse novo motor, o Carrera 4 acelera de 0 a 100km/h em 4,1 segundos, enquanto o Carrera 4 S cumpre a mesma prova em 3,8 segundos. O Carrera S ainda alcança 287km/h. Quando equipado com a transmissão de dupla embreagem PDK e com o pacote Sport Chrono o 911 Carrera acelera de 0 a 100km/h em 4,2 segundos, com velocidade máxima de 293km/h. Os modelos Targa são oferecidos com os mesmos motores do Carrera e sempre com tração nas quatro rodas. No interior, as novidades ficam por conta do novo volante, sistema de entretenimento Porsche Stability Management (PSM) com sistema de navegação GPS, tela touch screen de 7" polegadas, tráfego online em tempo real via Google StreetView, imagens satélites via Google Earth, WiFi e Bluetooh e sistema de som Bose com 12 alto-falantes, subwoofer e centro ativo, fechando a lista com o sistema Burmester, com 821W e subwoofer de 300W. O 911 custa a partir de R$509.000 na versão Carrera e pode chegar a R$1.277.000 na Cabriolet S.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Reestilizada, Chevrolet Spin é flagrada sem camuflagem, em cegonha, a caminho da Argentina

Volkswagen apresenta Gol e Voyage 2019, sem câmbio automático por enquanto, e "novo" design

Depois de dois anos ausente, SsangYong Korando volta reestilizado por R$129.900

Toyota Etios chega a marca de 500 mil unidades produzidas em Sorocaba desde 2012

Ford revela mais informações do Mach 1, seu futuro utilitário esportivo elétrico

Toyota lança o Etios Sport na África do Sul, série especial com pintura bicolor

Ford desenvolve um Fiesta RS, que deve usar motor 2.0 EcoBoost e chega em 2020

Volvo inicia pré-venda da nova geração da V60, em versão única, por R$199.950

Fiat oficializa início das vendas do Argo 1.0 no mercado brasileiro, por R$44.990

JAC Frison/T6 é flagrada na China com o design que deve estrear no modelo brasileiro