segunda-feira, abril 03, 2017

Hyundai deve apostar em plataforma para veículos elétricos nos próximos anos, que deve reduzir custos


A Hyundai deve apostar em mais automóveis movidos e eletricidade e a hidrogênio nos próximos anos. Depois de apresentar o FE Fuel Cell Concept no Salão do Automóvel de Genebra, a marca sul-coreana confirmou em entrevista concedida na abertura do Salão do Automóvel de Seul, na Coréia do Sul, que deve investir alto no desenvolvimento destes veículos. A confirmação é do vice-presidente sênior da Hyundai, Lee Ki-sang, que deu declarações importantes sobre o futuro da marca sul-coreana. Nas palavras do executivo, o investimento da empresa no setor será alto e contempla, entre outras ações, o desenvolvimento de uma plataforma dedicada exclusivamente a modelos de propulsão elétrica. A inédita plataforma deve viabilizar o lançamento de diversos modelos de diferentes categorias. Isso deve dar maior autonomia para a marca e redução no desenvolvimento dos mesmos. Especulações apontam que a Hyundai deve trazer compactos e subcompactos e até mesmo um SUV elétrico, com alcance superior a 300km. Segundo as previsões de Lee Ki-sang, até 2025 cerca de 10% das vendas globais da Hyundai serão compostas por veículos elétricos - contra apenas 1% de hoje, com o novato Ioniq. No caso das baterias, a empresa espera que a plataforma tenha unidades de 64 kWh pelo menos. Espera-se que o primeiro modelo elétrico nativo da Hyundai seja um SUV. Além disso, a marca também prepara um produto movido por baterias para a marca de luxo Genesis, o que deve acontecer por volta de 2021.


Nenhum comentário:

Postar um comentário