segunda-feira, abril 17, 2017

Citroën antecipa sketch da versão de produção do C5 AirCross, que será revelado no Salão de Xangai


A Citroën deve apresentar o modelo de produção do C5 AirCross no Salão do Automóvel de Xangai, na China. O primeiro SUV Médio "global" da marca francesa deve ser revelado no evento e traz muito do conceito AirCross Concept. Construído sobre a plataforma modular EMP2, ele deve ser irmão do Peugeot 3008 e será um dos automóveis mais importantes da marca para seu crescimento não só na China. A marca diz que o C5 Aircross e o C3 Aircross marcam o início de sua ofensiva de produto no segmento. O C3 Aircross irá substituir a minivan C3 Picasso e partilha a sua arquitetura com o Peugeot 2008 e o Opel Crossland X, sendo a primeira colaboração entre a PSA. Assim como nos carros mais recentes da marca, a dianteira do novo utilitário-esportivo será marcada pelo conjunto óptico duplo, com luzes de condução diurna em LED e a grade na posição superior e as luzes principais e a tomada de ar logo abaixo. Já o para-choque terá formas mais limpas, com direito a um detalhe inferior em preto com duas molduras brancas. No design, ele deve manter coluna C larga e arco do teto espesso, além de lanternas horizontais em LEDs e com design em 3D. Além disso, duas saídas de escape reforçam a ideia de performance neste SUV. Irmão do Peugeot 3008, o C5 tem faróis duplos em posição mais baixa, enquanto os repetidores de direção em LED ficam separados logo acima. Dificilmente será fabricado no Mercosul, chegando muito provavelmente importado, se de fato vier. O C5 AirCross deve ser vendido com motores 1.6 THP de 165cv e o 1.8 Turbo de 204cv, acoplado sempre ao câmbio automático de 8 velocidades e tração dianteira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário