sábado, março 25, 2017

Volkswagen registrou o nome Virtus no Brasil e na Argentina desde 2016 e sedã estreia neste ano


Já não é mais segredo para nós, brasileiros, que a Volkswagen deve lançar um novo sedã entre o Voyage e o Jetta ainda este ano ou no máximo, no ano que vem. O lançamento ainda é uma incógnita, mas o sedã já foi patenteado no Brasil e na Argentina. Batizado de Virtus, o nome foi registrado no INPI desde 31 de Março de 2016, ou seja, desde o ano passado. O sedã foi revelado no Salão do Automóvel de Genebra, mas foi revelado apenas em um teaser, que mostra suas linhas. Ele deve ser concorrente de Kia Rio Sedan, Hyundai Accent, Honda City, Toyota Vios, Ford Fiesta Sedan, Chevrolet Sonic Sedan/Cobalt, entre outros. Faz algum tempo que a Volkswagen namora a ideia de ter um sedã entre o Voyage e o Jetta, ocupando a vaga deixado pelo Polo Sedan. Segundo Herbert Diess (presidente do conselho de administração da Volkswagen), o que revela o peso e a importância dada ao lançamento. Nas palavras do executivo, o Virtus será "nosso primeiro produto MQB para o Brasil feito para recuperar força na região". Com a revelação, o executivo enterra as chances de ser uma nova geração de Gol e Voyage com a plataforma MQB-A0 e sim a volta de Polo e o sedã com nome Virtus. Todos os modelos serão revelados ainda em 2017, junto a Polo e a versão de produção do T-Cross. Ele deve ser lançado no Brasil em 2018. A imagem do Polo, acima, mostra o parentesco entre o Polo e o Virtus. O sedã será um projeto inteiramente novo e, portanto, sem qualquer relação com o Santana ou outro carro já existente, como se cogitou anos atrás.


Nenhum comentário:

Postar um comentário