quarta-feira, março 15, 2017

Sucesso, Mazda deve aumentar a produção do CX-5 a começar a fabricá-lo também em outra fábrica


Apresentado no Salão do Automóvel de Los Angeles no final de 2016, a nova geração do Mazda CX-5 se tornou um sucesso de vendas. Produzido na fábrica de Hiroshima, no Japão, o CX-5 deve começar a ser feito também em uma segunda fábrica para se adequar a nova demanda. Possivelmente ele comece a ser produzido na fábrica de Hofu, também no Japão, a partir de Novembro deste ano. “A exemplo do CX-4, o início da produção do Mazda CX-5 na planta de Hofu também faz parte do nosso plano para construir uma estrutura de produção que nos dê mais flexibilidade entre plantas e modelos. Eles querem crossovers e o mais rápido possível”, comentou o gerente executivo da montadora, Masatoshi Maruyama. Lançado em Fevereiro, o CX-5 vendei 16.639 unidades, o que representa sete vezes acima do estipulado pela Mazda no início. A intenção da marca é aumentar suas vendas anuais para 1,65 milhão de veículos e tem os crossovers como seu ponto chave. A Mazda apresentou o CX-5 com o mesmo design já visto nos últimos lançamentos da marca, deixando-o de acordo com o seu novo face-family. Entre os destaques do face-lift estão os faróis afilados, grade bem destacada e capô com curvatura elevada. Laterais têm novo formato para as janelas e vincos, enquanto a traseira traz um revisão sobre o estilo visto hoje. No interior, a marca afirma que otimizou a ergonomia e melhorou a qualidade dos materiais com uso de superfícies emborrachadas, alumínio e detalhes em black piano. Destaque ainda para a nova cor Soul Red Crystal. O utilitário esportivo teve poucas alterações em termos de tamanho, ficando 15,5% mais rígido com adoção de mais aços de alta resistência nas colunas A e B.


Nenhum comentário:

Postar um comentário