quarta-feira, março 29, 2017

McLaren BP23 deve ser lançado por R$8 milhões em meados de 2019, mas todas unidades já vendidas


Conhecido internamente como BP23 e dito como o substituto do F1, o novo hiperesportivo que a McLaren prepara ganha mais alguns detalhes. A marca britânica pretende vendê-lo por US$2,5 milhões (ou cerca de R$8 milhões) cada unidade. No total serão 106 unidades produzidas. O novo hiperesportivo deve ter três lugares e terá design inspirado no lendário F1. "O Hyper-GT será um dos modelos mais rápido e poderoso que a McLaren já produziu", disse Mike Flewitt, chefe-executivo da fabricante. A marca não confirmou as especificações do novo hiperesportivo, mas espera-se que ele venha com motor 4.0 V8 biturbo junto a um elétrico. A intenção da McLaren é entregar um hiperesportivo que também seja confortável fora das pistas, com um interior caprichado. A carroceria será de plástico reforçado com fibra de carbono, como em outros modelos da marca, mas o visual não foi divulgado. Alguns na Europa até mesmo acham que a McLaren estaria desenvolvendo uma nova geração do F1. De acordo com uma publicação da Autocar, o superesportivo deverá ressuscitar em uma nova geração, que já está sendo projetada pela McLaren Special Operations (MSO) e tem lançamento previsto para meados de 2019.


Nenhum comentário:

Postar um comentário