quinta-feira, fevereiro 16, 2017

Sucesso de vendas e da crítica, Fiat Toro comemora um ano de Brasil com mais de 44.000 unidades


Lançada há um ano, a Fiat Toro se tornou um fenômeno de vendas em seu primeiro ano de mercado e com este em uma das suas piores crises. Mesmo com um 2016 muito ruim, a picape fez sua estreia com 41.289 unidades, somando as 3.258 unidades de Janeiro são 44.547 unidades (fora os dados preliminares de Fevereiro, que apontam mais de 46.000 unidades em doze meses). A Toro chegou ao mercado marcando uma nova fase da Fiat, que deve inaugurar um novo segmento, conhecido pelas siglas SUP (Sport Utility Pickup). Baseado na mesma plataforma do Jeep Renegade, a Toro, produzida também em Goiana (PE), traz um design externo e interno muito bonito e chamativo. A picape chega ao mercado com cinco versões, todas muito bem equipadas e que tem a missão de emplacar cerca de 50.000 unidades por ano, número que poderá ser facilmente batido. A Toro chega com duas versões de motorização, três de câmbio, duas de tração e três de acabamento/equipamentos, sempre com cabine dupla. A Toro deve oferecer conforto e robustez em uma picape cabine dupla com características de automóvel, picape leve e picape média. Até o momento, sua principal concorrente é sim a Renault Oroch, lançada em Setembro de 2015. A Fiat pretende atender um público variado com este novo projeto. O motor 1.8 16v EtorQ Flex entrega 139/135cv de potência com torque de 19,3/18,8kgfm, acoplado sempre a um câmbio automático de 6 velocidades. Já as motorizações com motor 2.0 16v MultiJet Turbo Diesel, desenvolve 170cv de potência com torque de 35,7kgfm, podendo ser vendida com câmbio manual de 6 marchas, câmbio manual de 6 marchas e tração 4x4 e câmbio automático de 9 velocidades e tração 4x4. No Salão de SP foi adicionado o 2.4 16v TigerShark Flex que desenvolve 186/174cv de potência com torque de 24,9/23,5kgfm, com 91% da força disponível a 2.000rpm. O câmbio é automático de 9 velocidades e tração dianteira. Atualmente a picape começa em R$82.930 ante os R$76.500 cobrados no lançamento.


Nenhum comentário:

Postar um comentário