quinta-feira, fevereiro 16, 2017

Pagani apresenta o Huayra Roadster para o Salão do Automóvel de Genebra, limitado a 100 unidades


Depois de revelar alguns teaser do seu novo hiperesportivo, a Pagani enfim apresenta o Huayra Roadster. O modelo sem teto deve ser apresentado no Salão do Automóvel de Genebra e é considerado pela Pagani “uma obra de arte, inteligência e paixão ao ar livre”, e este é “o projeto mais complicado que a empresa já encarou”. Como a versão fechada, o Roadster usa muitas soluções encontradas no Huayra cupê, mas introduz uma série de novas características. Entre as novidades, o Huayra Roadster conta com uma dianteira mais afunilada e a grade usa desenho hexagonal. As saídas de escape em fibra de carbono dão um ar exclusivo ao modelo, que se complementa com as asas de gaivota. No interior, destaque para o couro bege com costuras azuis cobre cada pedaço, nos bancos ao painel e console central. O requinte é acentuado pela presença da fibra de carbono e pelo sistema de transmissão exposto, feito em alumínio. Segundo a Pagani, são duas opções de teto diferentes: o em fibra de carbono e o em tecido, que pode ser guardado no carro. Na mecânica ele conta com 6.0 V12 Mercedes-AMG que desenvolve 764cv de potência com torque de 101,6kgfm, acoplado ao câmbio automático de 7 velocidades. Pesando 1.280kg, ele é 80kg mais leve que o coupé graças ao uso da fibra de carbono e titânio, chamado pela Pagani de Carbo-Triax HP52. Apenas 100 unidades devem ser produzidas, cada uma custando US$2,4 milhões (cerca de R$7,4 milhões), mas todas as unidades já foram reservadas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário