General Motors pede US$2 bilhões a PSA para vender Opel/Vauxhall e vários entraves precisam de solução


Parece que a PSA recebeu o valor de quanto a General Motors quer pelas marcas Opel/Vauxhall nos últimos dias: US$2 bilhões. Segundo um relatório do Bloomberg, a GM estaria pedindo o montante para abrir mão de uma das suas maiores parceiras. Em sinergia desde 1929, GM e Opel podem romper mais um ciclo do mundo automotivo nos próximos meses. No caso do negócio, a PSA entrava com US$1 bilhão em dinheiro e mais US$1 bilhão em passivos adquiridos no processo de compra. O processo de compra estava tão avançado que o anúncio da compra foi revelado: 23 de Fevereiro. Nesse mesmo dia, a PSA anunciará seus resultados financeiros de 2016, sendo assim o melhor momento para também oficializar a aquisição das duas marcas, o que elevará bastante a cotação das ações da empresa francesa nas bolsas de valores. Vários pontos ainda não foram finalizados segundo o relatório do site, como a PSA tomar conta de cinco fábricas da marca pela Europa e vários novos empregados. Além disso, a GM tem que garantir que haverá uma economia nos custos operacionais, questão que precisa ser esclarecida diante dos governos britânico e alemão, bem como os sindicatos. Na Alemanha os trabalhadores da Opel já se mostraram dispostos a conversar com a PSA a fim de garantir a manutenção dos empregos, enquanto os ingleses ainda não demonstraram disposição. Nos EUA, surge um problema com a marca Buick, que passa a ser alvo de debates. Muitos automóveis da marca da GM eram na verdade modelos da Opel com nova grade dianteira. A Buick tem grande importância para a GM na China, onde os modelos são muito apreciados pelo consumidor chinês. A Holden (outra marca da GM) também tem forte vínculo com a Opel, ainda mais agora com o fim de linha da produção do Commodore em terras australianas.


Fonte: Bloomberg

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Volkswagen deve trazer Jetta GLi ao Brasil, com motor 2.0 TSI melhorado para 220cv

Versão de maior sucesso do sedã francês da Citroën, C4 Lounge Live esgota em dois meses

Picape do Fiat Mobi inicia bateria de testes e deve ser lançada em meados de 2019

BMW lança o X2 no Brasil, opção descolada ao X1, em duas versões com preço inicial de R$211.950

Ford confirma retorno da Ranger XL, destinada especialmente para frotistas e produtores rurais

Volkswagen lança nova geração do Tiguan no Brasil com carroceria AllSpace por R$124.990

Reestilizado, Chevrolet Cruze já roda em testes no Brasil e deve ser lançado em 2019

Face-lift de Renault Sandero e Logan é adiado para o primeiro semestre de 2019

Hyundai Santa Cruz será do tamanho da Fiat Toro e é confirmada para 2020 nos EUA

Revista confirma face-lift de Volkswagen Gol e Voyage ainda no 1º semestre e Saveiro muda no 2º