sexta-feira, fevereiro 03, 2017

General Motors e Honda investem US$85 milhões para desenvolvimento de sistema de células de combustível


A GM e a Honda formaram parceria com um montante de US$85 milhões (cerca de R$270 milhões) para a produção de células de combustível que sempre usado nos futuros modelos de ambas as marcas. Trata-se de uma joint-venture, batizada de “Manufatura de Sistema de Células de Combustível, LLC” (Fuel Cell System Manufacturing, LLC), que irá operar dentro da fábrica de baterias da GM em Brownstown, Michigan, nos EUA. A produção de sistemas de células de combustível deve ter início em 2020 e irá gerar cerca de 100 novos empregos. A joint-venture da GM e da Honda será comandada por um conselho de administração composto por três executivos de cada marca, que incluirá um presidente rotativo de cada empresa. “Nos últimos três anos, engenheiros da Honda e da GM têm trabalhado como uma equipe onde cada empresa dividiu o know-how de sua especialização para criar a próxima geração de sistema de células de combustível compacto e de baixo custo”, disse Toshiaki Mikoshiba, chefe operacional da região norte-americana para a Honda Motor Co., Ltd. e presidente da Honda América do Norte, Inc. “A base desse excelente trabalho em equipe agora nos levará ao estágio de produção em massa de um sistema de células de combustível que irá ajudar cada empresa a criar no futuro um novo valor para os nossos clientes em veículos movidos a células de combustível”. Com mais de 2.220 patentes de tecnologias para células de combustível entre as duas, a Chevrolet lidera em número de patentes de células de combustível. Ambas ainda devem trabalhar para diminuir o custo de desenvolvimento e de produção através de economias de escala e de fornecimento comum. As duas companhias seguem trabalhando com os governos e outras partes interessadas para avançarem na infraestrutura de reabastecimento, que é crítica para a viabilidade a longo prazo e aceitação do consumidor de veículos de células de combustível.


Nenhum comentário:

Postar um comentário