segunda-feira, janeiro 30, 2017

Ford Everest é registrado em imagens em patente do INPI e utilitário pode vir para o nosso mercado


Lançado em 2015, a Ford Everest era cogitada para ser lançada no Brasil em 2016 para concorrer com Chevrolet TrailBlazer e Toyota SW4. Porém, na época a marca confirmou que a escolha certa seria o Edge, na época ainda na primeira geração. Com a chegada da segunda geração, o utilitário Edge viu seus preços subirem para ficar acima dos R$230.000 e abriu um buraco entre o EcoSport e o Edge ainda maior. Com Escape podendo vir ao Brasil na nova geração, ainda assim teria um espaço em branco, que pode ser preenchido pela Everest. Tudo isso depois que o SUV foi registrado em patente no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial), podendo dar ao entender que a Ford mudou de ideia (ou não). Com certa facilidade do SUV ser produzido na Argentina junto a picape Ranger (de qual deriva), o modelo poderia ser vendido com motores 2.0 EcoBoost e 3.2 Turbo Diesel. Baseado na picape Ranger, o SUV conta com visual "premium" desde a versão mais simples até a topo de linha. Traz como destaque visual, as luzes diurnas de LED, proteção inferior, frontal e traseira, em alumínio e uma grande grade dianteira hexagonal cromada. Segundo a Ford, o Everest possui distância em relação ao solo de 22,5cm, podendo passar em terrenos alagados em até 800mm, com ângulo de entrada de 29º e de saída de 25º. Podendo levar até 7 ocupantes, o Everest pode levar 2.010 litros no porta-malas com as duas últimas fileiras rebatidas. Entre os itens de série ele conta com o sistema multimídia SYNC II com tela touchscreen de 8" polegadas, duas portas USB, tomada de 240V para a segunda fileira de bancos, tomadas de 12V na frente, na segunda fila e no porta-malas, além de controle de curva em subidas e descidas, aviso de saída de faixa, auxílio de permanência na faixa, sistema de ponto cego com alerta de tráfego, Adaptive Cruise Control, Roll Stability Control e ESP. Na mecânica, o Everest poderia ser vendido com motores 2.0 EcoBoost que desenvolve 240cv de potência e o 3.2 Turbo Diesel de 200cv, ambos com câmbio automático de 6 velocidades e com opção de tração 4x4. Preços ficariam entre R$150.000 a R$200.000.


As imagens de patente...


Fonte: CARRO

Nenhum comentário:

Postar um comentário