segunda-feira, janeiro 09, 2017

Especial Lançamentos 2017 #13: o que esperar da Honda para o Brasil neste ano?


A Honda deve trazer em 2016 algumas novidades importantes para chegar mais perto da 7º, a Renault. Depois de apresentar a décima geração do Civic em 2016, a Honda prepara o lançamento de três a quatro novidades para 2017. São elas, o inédito WR-V, a nova geração do CR-V, o face-lift do City e a nova geração do Civic Si, sendo que esse último é o único incerto para 2017. Começando pelo WR-V, que chega até Maio ao Brasil, é a versão de produção da nova geração do Fit Twist. Ganhando vida própria, ele começa a ser produzido em Sumaré (SP) em Fevereiro e entre os meses de Fevereiro a Março a Honda começa a treinar sua rede de concessionárias. A Honda aposta alto no WR-V, por isso, começará a treinar sua rede com bastante antecedência. Além do treinamento presencial, a marca pede que seus consultores de vendas visitem as concessionárias dos concorrentes diretos e façam uma série de avaliações sobre ambiente, atendimento e que avaliem até mesmo o atendimento telefônico. Posicionado abaixo do HR-V, ele é o menor modelo na família de SUVs da marca e irá concorrer com as versões mais baratas de Ford EcoSport e Renault Duster, entre outros. Desenvolvido pelo time de Pesquisa e Desenvolvimento da Honda Automóveis no Brasil, o WR-V é apresentado pela Honda como “um mini-crossover” baseado no Fit que se difere pela dianteira alta e mais robusta e faróis com luzes de uso diurno (DLR) em LED, enquanto a traseira traz um  desenho mais horizontal na traseira, com lanternas que invadem a tampa do porta-malas. Além do Brasil, o WR-V deve ser vendido na maioria dos países da América do Sul. Ele deve ter preços entre R$70.000 a R$80.000 e como mostra seu design, ele teve certa inspiração na nova geração do Civic, graças a nova grade dianteira com faróis interligados e a grande grade frontal com estilo aventureiro.


As portas são as mesmas do Fit, tanto que o vinco é o mesmo. O modelo deverá ser equipado com o mesmo motor do Fit, o 1.5 16v Flex que desenvolve 116/115cv de potência com torque de 15,/15,3kgfm, com câmbio manual de 5 marchas ou automático CVT de 7 velocidades. Outra novidade bastante aguardada para 2017 é a nova geração do CR-V. Completamente atualizado, o SUV Médio se inspira exatamente no Civic nessa quinta geração. Com lançamento marcado para Dezembro nos EUA, a nova geração do CR-V se destaca pelo seu design estiloso. No desenho, o novo CR-V chega com uma frente mais agressiva, que inclui assinatura em LED na versão mais equipada e sistema que fecha automaticamente a grade frontal, para reduzir o arrasto aerodinâmico e melhorar o consumo de combustível. Na traseira, as lanternas verticais lembram um Volvo, enquanto os dois escapes dão ar esportivo ao SUV. Pela primeira vez, o modelo virá equipado com abertura de porta-malas por meio de movimento com os pés. No interior, a Honda volta a oferecer um botão físico para o volume do som. Entre as tecnologias, a Honda oferece o pacote de assistência ao motorista, chamado de Honda Sensing, que inclui alerta de colisão frontal, frenagem automática, assistência de permanência na faixa, controle de cruzeiro adaptativo, aviso de ponto cego e farol alto automático. Na mecânica, espere pelo motor 1.5 16v Earth Dreams que desenvolve 192cv de potência com torque de 24,8kgfm, números pouco acima aos do Civic. O câmbio será automático CVT. Por aqui ele chega em meados de Novembro, com preços na faixa dos R$150.000. Quem também chega no segundo semestre de 2017 é o City reestilizado. Entre as novidades, o sedã emergente ganha novos faróis, grade e para-choque dianteiro que o deixam parecidos com Civic e Accord. O sedã compacto ainda ganha nova moldura dos faróis de neblina, enquanto a base inferior do para-choque conta com uma abertura hexagonal.


Na traseira, o City ganha novo layout das lanternas com piscas translúcidas, possivelmente com LEDs, enquanto ganha um novo para-choque traseiro com design mais esportivo. Entre as novidades mecânicas, o City pode não ter alteração se o câmbio manual de 5 marchas for substituído por um câmbio manual de 6 marchas. O câmbio automático CVT não deve receber novidades. Rumores ainda apontam que a Honda pode lançar um City com motor 1.8 16v Flex que desenvolve 140/139cv de potência para as versões topo de linha, sempre com câmbio CVT. No Brasil, o face-lift deve chegar no segundo semestre de 2017 com preço na casa dos R$60.000 iniciais, podendo chegar facilmente a casa dos R$80.000 com mais conteúdo e manter a liderança do segmento. A nova geração do Civic Coupé, conhecida aqui como Si, pode pintar nos últimos instantes de 2017. Com ares de fastback, a nova geração do coupé japonês apresenta uma traseira mais agressiva que as antigas gerações, com lanternas interligadas, exatamente como o conceito antecipou. Essa ainda seguem um estilo em formato bumerangue. Na carroceria há uma série de vincos e recortes que deixam o design mais agressivo. O interior, o modelo está mais espaçoso, com um aumento de 12,7 cm no espaço para as pernas dos ocupantes de trás. No interior, o Civic abandona o painel de dois andares e se torna mais convencional, com tudo em uma peça só. A Honda promete um interior mais refinado. O quadro de instrumentos tem uma tela TFT e conta com velocímetro digital. No painel o destaque é para a central multimídia com tela de 7″ polegadas que possui conectividade com smartphones pelo Apple Car Play e Android Auto. A potência e torque do motor ainda é desconhecida, mas ele usará o 2.0 16v i-VTEC Earth Dreams com cerca de 250cv. Seu preço ficará em torno dos R$140.000.

Nenhum comentário:

Postar um comentário