quarta-feira, janeiro 11, 2017

Em Detroit, Chevrolet confirma lançamento do Equinox no Brasil até o fim do ano, substituindo o Captiva


A Chevrolet confirmou durante o Salão do Automóvel de Detroit que a nova geração do Equinox deve ser o modelo inédito a ser lançado no nosso mercado em 2017. Algumas horas após ele ser confirmado para o Brasil, ele foi flagrado rodando em testes pelo site Falando de Carro, mostrando que as falas da GM são verdadeiras e que tem pressa do seu lançamento no Brasil. Substituto do Captiva, o Equinox deve competir com o Jeep Compass e por isso tenta correr contra o tempo para o seu lançamento no Brasil. Ao contrário do que se imaginava, o Equinox deve vir via México e não da Argentina, chegando ao Brasil sem pagar imposto de importação. O design não nega ser inspirado nas novas gerações de Cruze e Malibu, que também conta com motores Turbo, aderindo ao downsizing. Baseado na plataforma Delta (a mesma que serve ao Cruze), o Equinox 2018 foi projetado a partir do zero. Nos EUA ele deve ser vendido com motores 1.5 16v Turbo que desenvolve 172cv de potência com torque de 28kgfm ou um 2.0 16v Turbo que desenvolve 255cv de potência com torque de 35,6kgfm, além da inédita motorização 1.6 Diesel que desenvolve 138cv de potência com torque de 32,6kgfm, primeiro motor a diesel dos EUA oferecido em um SUV "Copacto" (aos olhos norte-americanos). O câmbio será sempre automático de 6 velocidade para os motores 1.5 a gasolina e 1.6 diesel e automático de 9 velocidades para o 2.0. A tração pode ser dianteira ou integral. O desempenho é bom para ambos motores, empurrando bem o utilitário de 4,65 metros de comprimento, 1,84 metro de largura, 1,66 metro de altura e 2,73 metros de entre-eixos. Aqui ele deve ser vendido nas versões LT e LTZ, com preços na faixa dos R$110.000 aos R$140.000.



Nenhum comentário:

Postar um comentário