sábado, dezembro 03, 2016

Lotus volta a registrar lucros, os primeiros desde os anos 70, graças a demanda dos EUA


Mesmo correndo o risco de ser vendida, a Lotus conseguiu um feito verdadeiramente histórico. Em uma situação que não acontecia desde os anos 70, a marca voltou a ter lucros. Os resultados são do mês de Agosto, mês com uma grade rentabilidade graças ao sucesso do Evora 400 nos Estados Unidos. Aliás, toda a produção do coupé já está vendida até Março de 2017. Segundo o CEO da empresa britânica, Jean-Marc Gales, explicou que “desde a era de Colin Chapman que a divisão automobilística da Lotus não apresentava um lucro operacional. Hoje, temos aproximadamente 800 funcionários produzindo 2.000 veículos por ano, em comparação com os menos de 1.400 carros que produzíamos em meados de 2014”. A entrevista, feita pelo site Auto Express representa um aumento importante de lucratibilidade para a marca. Ainda segundo o CEO, o aumento da produção e a redução do número de empregados como dois dos fatores essenciais para o retorno da Lotus aos lucros, embora o aumento da demanda também tenha que ser considerado. Essa procura poderá aumentar em breve, caso a Lotus decida fabricar um SUV, ingressando em um segmento cada vez mais lucrativo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário