quarta-feira, novembro 16, 2016

Toyota começa a produzir o C-HR na Europa, na fábrica de Sakarya, na Turquia e Brasil é dúvida


A Toyota deu a bandeirada inicial na produção do C-HR na Europa. O utilitário esportivo passa a ser produzido na fábrica de Sakarya, na Turquia. Investida da marca em um dos segmentos que mais cresce no mercado mundial, o modelo divide linhas de montagem com o sedã Corolla e o monovolume Verso, sendo o primeiro veículo híbrido produzido em solo turco. “O segmento de SUVs está crescendo rapidamente e este carro representa a forte entrada da Toyota neste nicho”, avalia o executivo Van Zyl, presidente e CEO da Toyota Motor Europe (TME). Além disso, o C-HR torna-se o primeiro automóvel com plataforma TNGA a ser produzido fora do Japão. Na fábrica da Turquia, a capacidade anual é de 280.000 unidades por ano, sendo que 80% do volume terá exportação para a Europa. Em breve o leque de destinos será ampliado com a exportação de unidades para Estados Unidos, Canadá, África do Sul e Taiwan. Vale lembrar que o Brasil ainda é dúvida, uma vez que o C-HR enfrentaria problemas com o preço. Com 4,36 metros de comprimento e 2,64 metros de distância entre-eixos, o C-HR é ligeiramente maior que seu principal rival, o Honda HR-V (4,29 metros e 2,61 metros de entre-eixos). A plataforma é a modular TNGA, base que será usada na próxima geração do Corolla. Para o mercado norte-americano, o C-HR deve usar o motor 2.0 16v a gasolina que desenvolve 143cv de potência acoplado ao câmbio automático CVT de 7 velocidades simuladas. Entre os itens confirmados para o modelo norte-americano está o destaque para os itens de segurança, que inclui piloto automático adaptativo com frenagem autônoma e reconhecimento de pedestre, alerta de evasão de faixa com controle da direção e faróis com facho alto automático.


Nenhum comentário:

Postar um comentário