quinta-feira, novembro 10, 2016

Renault apresenta Kwid como conceito Outsider Concept no Salão do Automóvel de São Paulo


O substituto do Clio, o Kwid deve ser lançado no Brasil no primeiro semestre de 2017 e foi ao Salão do Automóvel de São Paulo vestido de conceito. A Renault apresentou o Kwid Outsider Concept, que muito se parece com o conceito indiano Climber Concept, apresentado em 2015. Além disso, o Kwid tem a difícil missão de concorrer com Fiat Mobi e Volkswagen up!. Confirmado no Salão do Automóvel de São Paulo, o Kwid deve usar o novo motor 1.0 12v SCe Flex, que desenvolve 82/79cv de potência e torque de 10,5kgfm com Etanol, acoplado a um câmbio manual de 5 marchas. Tratado pela Renault como um "SUV" (todo mundo sabe que é um hatch), ele deve ser produzido na fábrica de São José dos Pinhais (PR). Segundo a Renault, em relação ao modelo indiano, o nosso Kwid se difere por mudanças na estrutura geral do modelo, maior refinamento na cabine e a primazia de oferecer airbags laterais como itens de série desde a versão de entrada. Com isso, a marca espera melhorar os baixos índices de proteção aos passageiros alcançados pelo Kwid “original” no exterior. No visual, as principais mudanças estão relacionadas ao desenho das rodas, que mantém os três furos”, e dos retrovisores, herdados do Sandero. Já o Outsider Concept traz algumas novidades como apliques em verde e interior com detalhes em laranja, mas já adianta o acabamento interno em plástico rígido, bancos no mesmo formato de Mobi e up! e pouco espaço interno, como seus futuros concorrentes. No conceito, ele traz a mesma central multimídia de Sandero e Logan, com tela de 7″ sensível ao toque, algo que deverá ser oferecido pelo menos nas versões mais caras. Com peso na faixa dos 800kg, o consumo deve ser o principal argumento de vendas do Kwid. Por aqui estima-se que seus preços variem de R$30.000 a R$45.000 e o hatch já se encontra em testes finais pelo país.



Nenhum comentário:

Postar um comentário