Honda apresenta Clarity FullCell no Salão do Automóvel de São Paulo como amostra de seu potencial


A Honda trouxe para o Salão do Automóvel de São Paulo pela primeira vez um automóvel movido a hidrogênio. O Clarity FullCell foi apresentado como amostra do potencial da marca japonesa no quesito tecnologia. Em sua nova geração, o Clarity mede 4,89 metros de comprimento e espaço suficiente para cinco ocupantes. O design, mais moderno e até mesmo futurista, lembra um pouco o Accord e também resgata a alma da antiga geração. Entre os destaques dessa geração estão os faróis de LEDs e as rodas de liga leve com aro de 18" polegadas. Nessa nova geração apresenta no Salão de Tóquio, a célula de hidrogênio foi aperfeiçoada e seu tamanho foi reduzido em 33%. O motor desenvolve 177cv de potência e densidade de potência de 3,1kW/l. O tanque pressurizado de alta pressão tem 70 Mpa e provê 700 km em ciclo JC08. O reabastecimento do Honda Clarity Fuel Cell dura apenas 3 minutos. Junto com o Clarity Fuel Cell, a Honda está comercializando o Power Exporter 9000, um dispositivo que permite utilizar a energia produzida pelas células de combustível para uso residencial. Com tanques pressurizados cheios de hidrogênio, o modelo pode abastecer uma casa de tamanho médio por uma semana. De acordo com a EPA – agência ambiental dos EUA, que realiza os testes de consumo nos carros – o sedã ecológico tem oficialmente alcance de 589km de autonomia. Com essa autonomia, o Clarity larga na frente do Mirai, cujo alcance fica em torno de 516 km. O consumo médio de hidrogênio do Honda é de 28,9 km/litro e o abastecimento é feito em bombas especiais, durando pouco menos de cinco minutos. A autonomia com uso apenas das baterias é de 82km. Atualmente vendido no Japão e em alguns estados dos EUA, o Clarity seria muito caro no Brasil e aqui não se desenvolveu postos de hidrogênio para abastecimento. Quem sabe no futuro...


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Nova geração do Subaru XV Crosstrek chega com duas versões ao Brasil e parte de R$114.900

RAM 1000 ganha sinal verde para produção e deve ser lançada globalmente até 2022

Chevrolet estuda um novo utilitário esportivo para o Brasil e Suburban era uma das opções

Volkswagen entra para o mundo VUC com Delivery Express por R$118 mil iniciais

Alfa Romeo vê potencial de vender 10 mil unidades no Brasil e analisa retorno ao país

Sem novidades, BMW apresenta a linha 2019 do M140i com preço maior, por R$269.950

TOP 100: Volkswagen Tiguan volta ao ranking com nova geração e Suzuki Vitara cai

Toyota apresenta o Yaris Hatch no Brasil com preços que começam em R$59.590

CAuto #75: Volkswagen emplaca nome Polo em sua terceira tentativa no Brasil

MINI lança o reestilizado Cooper no Brasil, com preço inicial de R$119.990