terça-feira, novembro 29, 2016

Ford Mustang reestilizado não terá motor V6 e V8 será equipado com câmbio automático de 10 velocidades


Especulado desde 2015, o face-lift do Ford Mustang deve acontecer em 2017, possivelmente no Salão do Automóvel de Detroit, em Janeiro. Lançado em 2013, o muscle car deve passar por sua primeira mudança visual que deve incluir novidades visuais externas e internas além de mecânicas. As principais mudanças devem se concentrar na dianteira, com novos faróis, grade dianteira e para-choque dianteiro. Na traseira, as novidades devem ficar por conta do novo layout das lanternas e mudanças sutis no para-choque traseiro. No interior, o Mustang 2018 deve trazer uma nova central multimídia com conectividade com Apple CarPlay e Android Auto. Na mecânica, as novidades ficam por conta de um câmbio automático de 10 velocidades já usado pelo Chevrolet Camaro ZL1, que foi feito em parceria com a GM. Atualmente o Mustang vive sua fase de ouro como o esportivo mais vendido dos EUA e um dos mais vendidos da Europa, a frente até mesmo da maioria dos automóveis de seu segmento "nativos" da Europa. A Ford ainda deve desistir do motor 3.7 V6 que desenvolve 304cv de potência em favor do 2.3 EcoBoost que entrega 310cv. Nas versões topo de linha, o 5.0 V8 que desenvolve 441cv. Por fim, o Shelby GT350, versão ainda mais nervosa da nova geração do Mustang. Equipado com o motor 5.2 V8 e câmbio manual de seis marchas, o pony-car promete entregar mais de 500cv de potência e 55kgfm de torque, segundo a fabricante. No Brasil ele chega em 2018, já reestilizado.


Fotos: Motor1

Nenhum comentário:

Postar um comentário