quarta-feira, novembro 09, 2016

FCA novamente acena a possibilidade de vender Charger e Challenger SRT Hellcat em 2017


A FCA apresentou novamente no Salão do Automóvel de São Paulo o Dodge Charger e Dodge Challenger na versão SRT Hellcat. Prometidos para 2016, a alta do Dólar parece que esfriou os ânimos da FCA no início do ano, mas parece que o grupo não desistiu da ideia. A versão conta com o monstruoso motor 6.2 V8 HEMI que desenvolve 707cv de potência e 89,8kgfm de torque, acoplado a um câmbio automático da ZF de 8 velocidades e tração traseira. Os freios são da Brembo com seis pistões nos discos da frente e quadro nos de trás. O Challenger Hellcat, equipado com câmbio manual de 6 marchas, cumpriu o 0 a 100km/h em meros 3,9 segundos, levou 11,9 segundos para chegar aos 400 metros e chega a 319km/h de velocidade máxima. Entre as novidades da versão Hellcat há para-choque remodelado, capô com entrada de ar, grade redesenhada e faróis com iluminação por LEDs. Laterais incorporam rodas aro 20″ calçadas com pneus Pirelli P Zero, enquanto a traseira chama atenção por detalhes como aerofólio, spoiler, sistema de escape duplo e novo para-choque. O interior também traz novidades, incluindo bancos revestidos em couro com aquecimento e resfriamento, volante exclusivo com base achatada, quadro de instrumentos digital, aparelho de som da Harmon Kardon com 18 alto-falantes, e sistema de entretenimento Uconnect com tela de 8,4 polegadas, entre outros mimos. Há ainda detalhes em vermelho, revestimento no painel imitando fibra de carbono e costuras especiais nos bancos e painéis das portas. Os futuros lançamentos fazem parte da expansão da Dodge, onde a FCA deveria lançá-los com preços entre R$400.000 a R$550.000. A Dodge deve receber investimentos que não via já algum tempo nos próximos anos. Agora a meta, ao que tudo indica, é lançá-los até o final de 2017.


Nenhum comentário:

Postar um comentário